Por Que A Convocação Dos Participantes?

Marketing De Tema


O Facebook anunciou, nessa quarta-feira (4), a diminuição da importância de posts pessoais e de páginas com pedidos de engajamento mal-intencionados a partir das próximas semanas. A maneira se resume às publicações de spam, que instigam os usuários a interagir com curtidas, compartilhamentos, comentários e algumas ações, com textos como “se gostou, curte”.


Segundo uma publicação no website oficial da rede social, quem realiza essa prática busca se desfrutar do algoritmo do Feed de Notícias, a encerramento de aumentar o engajamento e, assim sendo, conseguir mais pessoas. Para um paradigma de "machine learning" (apredizagem automática) detectar esse tipo de postagem, os profissionais do Facebook categorizaram centenas de milhares de publicações.


“Nas próximas semanas, começaremos a implementar um rebaixamento mais rigoroso das páginas que usarem sistematicamente e repetidamente essa prática pra receber alcance artificialmente no Feed de Notícias”, anuncia. Este período será oferecido exatamente pra que os administradores se adaptem e impossibilitem este tipo de conteúdo. Segundo o comunicado, a atualização será mais uma ferramenta aliada ao duelo de notícias falsas, uma vez que seu intuito é reduzir postagens com spam, de meio ambiente sensacionalista ou enganosa e promover conversas mais interessantes e autênticas. Solicitações de auxílio, conselhos ou recomendações — como sugestões sobre isso moças desaparecidas, arrecadação de fundos ou pedidos de dicas — não serão afetadas na mudança. Facebook: é possível substituir a privacidade da minha tabela de amigos? Cinco Dicas Para Aprimorar O Posicionamento Do Seu Site No Google do TechTudo.



Deixar a marca de controle nas paginas outras visivel a cada um dos usuarios. T12362. Helder 13h48min de seis de setembro de 2017 (UTC) @He7d3r: Não descobri nada aqui sobre todos os editores registados poderem patrulhar páginas. Pelo que percebo, foi decidido que deveria continuar notório a todos o dado de patrulhamento, sendo logo depois solicitado de modo equivocado no Bugzilla que o patrulhamento ficasse acessível a todos.


  • Compreender As Vantagens Do Emprego Da Tecnologia No Agronegócio do YouTube
  • RSS Feeds seguros
  • Esteja no controle
  • Estragar a anti-aderência das panelas
  • 4 - Aumente o seu networking pra ganhar dinheiro pela fotografia
  • Campaign Source: a origem do tráfego (google, newsletter, blog parceiro etc.)
  • Como assegurar que o nó não desfaça

Dez anos depois, penso que agora é mais que tempo de reverter este erro, que não há cada vantagem em deixar aberto o patrulhamento a registados - pelo inverso, é abrir a porta ao abuso e ao vandalismo. Inclusive, esse é um estatuto que, no Commons, é de grau de responsabilidade superior ao de autopatrulhado: c:Commons:Patrol.


O facto de se ter abertoem 2007 de modo equivocada essa circunstância a todos, efectivamente retirou a fiabilidade a essa ferramenta. E, com ela, boa fração da tua utilidade.-- Darwin Ahoy! É que realmente assim sendo como tá, retira a fiabilidade à ferramenta, quase cada um podes patrulhar.-- Darwin Ahoy! Como Vender Um Artefato De maior valor? de 7 de setembro de 2017 (UTC) Eu não teria nenhuma objeção.


Helder 21h47min de sete de setembro de 2017 (UTC) ┌────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────┘@He7d3r: Qual é o procedimento para essa finalidade? Helder 22h23min de 7 de setembro de 2017 (UTC) Com certeza é útil. Só procuro vandalismos nas edições que outros ainda não patrulharam (usando o menu do FastButtons). E no momento em que vigio as mudanças recentes, também é só com o filtro pra não sobressair edições que outros neste momento patrulharam. Helder 13h48min de seis de setembro de 2017 (UTC) Comentário Quando utilizo o RTRC, eu a toda a hora oculto as edições neste instante patrulhadas, tenha sido por autopatrulhamento ou por causa de foram logo depois patrulhadas por outro editor.


Seria envolvente, caso possível, fazer um cargo automático intermediário ao autoconfirmado e ao autorrevisor que permitisse ao usuário marcar edições alheias como patrulhadas (talvez cinquenta edições e dois semanas de conta). Todavia, soa diferente que o correto de marcar as edições alheias como patrulhada seja concedido antes do autopatrulhamento.


ArgonSim (discussão) 10h54min de treze de setembro de 2017 (UTC) Comentário Pela minha opinião, a marca de não-patrulhada deveria aparecer pela aba "Histórico." Também deveriam, as ferramentas de desfazer e reverter, marcarem, automaticamente, as edições desfeitas como patrulhadas. Att --Usien6 20h14min de quatrorze de setembro de 2017 (UTC) Ao usar o recurso de rollback, todas as edições em dúvida são marcadas como patrulhadas automaticamente.


Quanto à indicação no histórico de que certas edições ainda não foram patrulhadas, agora há uma tarefa no Phabricator, e sempre que não implementam o recurso, tenho usado uma gambiarra pessoal para reunir as marcações. Helder 20h49min de 14 de setembro de 2017 (UTC) O reversão e avisos não marca como patrulhadas todas as edições desfeitas de uma só vez.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *